top of page

Exemplos de Falhas em Product Ops

No nosso oitavo encontro da Comunidade brasileira de Prod Ops, conversamos sobre os exemplos de Fails em product ops nas empresas, com nossa comunidade.

Começamos com a dinâmica de lean coffee, onde os participantes colocaram em boards os seus fails para compartilhar com a comunidade e posteriormente discutir de acordo com os mais votados.


Após a votação então identificamos 5 riscos e falhas em Prod Ops que se repetem nas empresas, sendo: uma questão sobre escopos de trabalho, uma sobre responsabilidades, sobre comportamentos, confusões de papéis com o PO e por último um sobre estrutura de relatório.

Figura 1 - Acima ferramenta Easy Retro utilizada para levantamento das falhas.


Riscos de Entendimento de Escopo

Na primeira falha discutida sobre escopos de trabalho, falamos sobre um risco muito comum em Prod Ops, que é de se tornar "Secretário de Produto". De fato, quando a área de Prod Ops é criada, podem acontecer confusões. Na OLX Brasil, esta situação ameaçou aparecer, porém, conseguiram contornar este risco, graças a três pontos: primeiro, perfis de Prod Ops Managers e de Programme Managers, estes focados em ações estruturantes transversais à companhia toda, e aqueles atuando em conectar a estratégia da companhia à execução dos times, facilitando comunicações e entregas. Segundo, no dia-a-dia foi reforçado sempre o papel da área - em reuniões de Sync, em cerimônias diversas, de Produto e de negócio - mostrando como ela pode apoiar os times de Produto e qual é sua missão em ajudar nas Operações de Produto. Terceiro, as entregas realizadas pelo time permitiram mostrar cada vez melhor como a área de Prod Ops pode contribuir ao sucesso de Produtos de tecnologia."


Riscos de Alinhamento de Responsabilidades

Já a segunda falha discutida, a discussão foi sobre a falta de alinhamento sobre as responsabilidades de Prod Ops na implementação da área, onde aconteceu do time de produto acreditar que tudo é responsabilidade de Prod Ops, tornando a área “babá” do time do mesmo. Com essa falta de alinhamento, logo no começo eles foram colocados em todas as reuniões de produto, gerando um proxy de informações e as responsabilidades devidas de product ops acabaram ficando de lado por quase 1 mês. Esse desafio foi esclarecido através do posicionamento da área de Prod Ops para com as lideranças e times, assim como o reforço das mesmas sempre que possível durante encontros períodos ou reuniões rotineiras.


Riscos de Comportamentos

Já a última falha discutida, dessa vez sobre comportamento, girou em torno da área se tornar uma “tiradora de pedidos”. O primeiro erro identificado foi entrar muito na operação dos times, deixando de lado o que era realmente importante como o link com a estratégia, bem como as capacitações para o time de produto. Um bom insight foi que se o time de Prod Ops ficar resolvendo todo gap do time de produto, ele vai acabar ficando muito grande, o que não é o objetivo. E através de assessments, o time consegue enxergar o impacto que tem na empresa e também tem um guia dos próximos passos de experimentação para melhorias.


Riscos de Confusão de Papéis

Já sobre a confusão de papéis, houve um relato desse problema com o Product Owner no campo de backlog, focando no conflito de Prod Ops com o time de agilidade. O que ficou claro é que muitas das responsabilidades da agilidade organizacional tem uma grande interseção com as responsabilidades de Prod Ops e que no geral, quem desempenha esse papel dentro das empresas é a área que acaba vindo primeiro.


Riscos de Estrutura

Por fim, o último tópico discutido foi sobre a estrutura de Prod Ops, para quem se reporta dentro da empresa e como isso impacta na cultura da empresa. Foi discutido sobre a falta de liderança e isso implica na dificuldade da chegada no time de Prod Ops da parte mais estratégica e na autonomia da área dentro da empresa. Já em outra empresa representada, mesmo sem head e respondendo diretamente para o CTO, existe também a discussão sobre a possibilidade da área ficar independente do time técnico.


Artigo escrito por Pedro Cortez consultor de agilidade e publicado por Diogenes Laertius, líder de produtos na Bild e Vitta.


Para acessar a gravação na íntegra segue o link do Zoom, senha (4dFBkCq^).

257 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Комментарии


bottom of page